Clever Web

Blog

A importância de tornar seu site responsivo para dispositivos móveis

A importância de tornar seu site responsivo para dispositivos móveis

Por Mauro Lacerda | SEO – Otimização | 274 Views

Com a popularização dos dispositivos móveis, ter um site responsivo tornou-se uma grande prioridade para as empresas, principalmente, ao considerar que as alterações na plataforma permitem uma experiência mais satisfatória para os usuários.

Conforme será visto no texto, diversos fatores são cruciais para que a visita do consumidor seja realmente válida, com ênfase no site responsivo. Algumas questões, são: 

  • Organização;
  • Fluxos de interação;
  • Carregamento;
  • Legibilidade do conteúdo.

Afinal, não é sempre que um cliente em potencial ou que o consumidor de uma marca pode estar em um notebook, computador ou, até mesmo, ir até a loja para pesquisar ou comprar o que almeja.

De acordo com um estudo da SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) e da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas), os smartphones saem como destaque entre os entrevistados ao se tratar de compras online, correspondendo a 67% dos dados levantados.

Naturalmente, empresas com outros modos de atuação também podem usufruir de todos os benefícios que os sites responsivos promovem, uma vez que o acesso é facilitado para todos os visitantes.

Além desses aspectos, nesse cenário, é preciso considerar que o acesso por meio da plataforma mobile promove grande comodidade, a qualquer momento do dia e em qualquer local.

Ao tornar-se responsivo, o site pode ser acessado a partir dos mais variados dispositivos, o que envolve tamanhos de telas distintos e que acompanham cada vez mais as pessoas.

Conheça mais benefícios dos sites responsivos

Pontos relevantes sobre os sites responsivos foram apontados, porém, é imprescindível que os empreendedores tenham uma visão mais clara do impacto que pode ser causado no empreendimento com esse tipo de modificação. 

Por esse motivo, há ainda mais vantagens que devem ser consideradas nesse contexto, tais como:

Usabilidade

A usabilidade corresponde a experiência das pessoas para qualquer ação realizada no site e, naturalmente, se um cliente encontra grandes dificuldades para utilizar o site de uma determinada empresa, há maiores chances de desistência.

Sendo assim, uma empresa, por exemplo, de controle de acesso linear, que investe nesse tipo de adaptação em sua plataforma, pode contar com usuários mais satisfeitos.

Afinal, conforme será visto ao longo do texto, diversos elementos são trabalhados, desde as imagens até os textos e menus da plataforma.

Maior número de visitas

Os mecanismos de busca são cruciais para as marcas, principalmente para que obtenham visibilidade. 

Sendo assim, alcançar um posicionamento favorável é uma das prioridades dos empreendedores.

No entanto, para que isso seja possível, é importante que exista atenção aos fatores de posicionamento e, nesse contexto, a experiência do cliente é muito válida.

Por esse motivo, quando uma empresa que comercializa compressor de parafuso, ou de qualquer outra área, investe nesse tipo de adaptação em sua plataforma, as chances de alcançar um público maior são elevadas.

Naturalmente, esse é um dos diversos fatores que devem ser considerados para obter um boa colocação por meio de táticas como SEO (Search Engine Optimization), que são focadas na otimização de sites, blogs e páginas para os mecanismos de busca.

Amenização de custos

Ao invés de ter um site responsivo, há empresas que escolhem investir em adaptações para cada finalidade, o que pode ser inviável devido a variedade de dispositivos no mercado.

Dessa maneira, ao optar pelo site responsivo, o empreendimento reduz as necessidades de manutenções constantes associadas com plataformas distintas, direcionando assim os esforços para apenas um local, o que também pode resultar na economia de tempo.

Dicas para tornar um site responsivo

Imagine que uma empresa de pintura residencial deseja tornar seu site responsivo. Como saber quais são os primeiros passos ou os elementos cruciais de uma plataforma que se enquadre nessa categoria?

Com o design responsivo, diversos os aspectos mudam, especialmente o fluxo, em que o conteúdo passa a compor um local predominantemente vertical, e para viabilizar a navegação, a rolagem é necessária.

Ainda mais, sem dúvidas, um dos primeiros passos é contar com profissionais qualificados, principalmente, para realizar os estudos necessários para que as mudanças tenham resultados satisfatórios.

Entre outras dicas que podem ser adotadas pela empresa apresentada como exemplo e por outras áreas, pode-se citar:

Procure inspirações

É interessante procurar por inspirações, principalmente, para averiguar sites que são referências ao se tratar de plataformas responsivas, sejam elas da mesma área ou não da empresa.

Na busca, torna-se importante reunir informações como os elementos que são cruciais para um site responsivo eficaz, por exemplo, o que poderia tornar a plataforma de uma empresa de reciclagem de papel mais fácil de ser utilizada.

Entre as possíveis observações estão fatores como a necessidade de zoom e de rolagem, que influenciam de forma significativa na navegação do usuário.

Afinal, quanto maior for a necessidade de rolar a página ou de dar zoom para compreender o conteúdo, mais desgastante poderá se tornar a experiência.

Escolha inteligente de fontes

Há possibilidade de escolher fontes do sistema ou fontes da web, porém, é preciso analisar qual é a influência que cada seleção pode ter no usuário.

As fontes da web podem ser mais diferenciadas e apresentar uma grande variedade de estilos, mas há necessidade de ter cautela ao adicionar diversas fontes, uma vez que essa ação pode dificultar o carregamento da página.

Em relação às fontes do sistema, a atratividade pode ser alcançada, mas quando o usuário não conta com o estilo empregado, a página inteira será visualizada com o modelo de fonte padrão.

Apesar de qualquer escolha, é fundamental garantir que os visitantes possam consumir o conteúdo sem grandes dificuldades devido a fonte.

Priorize medidas fluidas

Se um empreendedor que oferece soluções sustentáveis opta por estruturar um site responsivo e recorre a um time de profissionais qualificados para essa tarefa, naturalmente, a proposta é promover a adaptação automática em qualquer tamanho de tela.

Esse é o tipo de resultado que pode ser obtido ao aplicar medidas fluidas e ao procurar, por exemplo, energia solar para residência e se deparar com a plataforma da marca, seja de um tablet, notebook ou celular, o cliente em potencial poderá utilizá-la com tranquilidade.

Afinal, as medidas fluidas consistem nas dimensões em porcentagens, o que viabiliza a adaptação aos mais variados formatos.

Aposte em imagens flexíveis

Imagens estáticas e comumente pesadas eram amplamente usadas, porém, ao se tratar das adaptações realizadas em prol de um site responsivo, é de grande importância garantir que sejam flexíveis.

Sendo assim, há grande possibilidade de que sejam carregadas sem grandes obstáculos em qualquer tipo de dispositivo.

Para isso, os profissionais responsáveis podem evitar que ao configurar as imagens, a largura e altura sejam fixas. 

Acrescenta-se a esse tópico o fato de que estabelecer as unidades em porcentagens pode favorecer a flexibilidade, por exemplo, na escala de 50%, a distribuição corresponderá a metade da tela em qualquer dispositivo.

Por essa razão, é interessante averiguar quais elementos podem exigir variações ou um meio termo para assegurar uma experiência positiva, tanto no computador quanto no smartphone.

Use unidades estáticas

Se por um lado há elementos que devem ser flexíveis, como as imagens apresentadas, por outro, alguns itens estáticos podem ser cruciais para um bom funcionamento do site responsivo.

Nesse caso, por exemplo, uma marca que instala sistema de irrigação automatizado pode preservar os elementos de forma única, ou melhor, estruturá-los para que sejam devidamente alinhados.

É nesse cenário que os pixels estáticos podem contribuir de maneira significativa, especialmente para conteúdos que não exigem ações em escala, como botões e o logo da marca.

Preocupe-se com o tempo de carregamento

Soma-se a esse contexto a necessidade de estruturar um site que seja leve de uma forma geral, o que terá naturalmente impacto no tempo de carregamento, além das imagens, sendo esse um fator decisivo para que a experiência do usuário seja boa ou não.

Certamente, é algo relacionado a qualquer setor, basta imaginar um visitante de um site da área veicular que deseja acessar um conteúdo sobre o primeiro emplacamento de moto, ao deparar-se com um carregamento rápido, parte de sua experiência será mais satisfatória.

Da mesma forma que um site que demora muito para ser carregado enfrenta uma possibilidade considerável de que o usuário abandone e busque rapidamente por outra opção.

Afinal, as marcas devem considerar que com os dispositivos móveis, o acesso a diversidade de opções tornou-se mais prático, principalmente, ao considerar o número de informações e facilidade para o compartilhamento.

Seja no setor de casa e construção, para exemplificar, de uma empresa que presta serviço de restauração de piso de madeira ou de qualquer outro, é indispensável que o site responsivo seja submetido a testes.

Então, será possível detectar com maior rapidez os ajustes necessários, e, certamente, evitar uma série de transtornos, especialmente no que diz respeito a insatisfação dos consumidores e visitantes.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.