Clever Web

Blog

Como estratégias de Marketing Digital podem ser utilizadas para o setor industrial

Como estratégias de Marketing Digital podem ser utilizadas para o setor industrial

Por Mauro Lacerda | Marketing Digital | 157 Views

A indústria é responsável por quase 30% do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro. No entanto, o setor avança em passos tímidos no investimento em marketing digital, mesmo em um cenário de alta conversão tecnológica e com a presença marcante dos recursos online no dia a dia.

Muito disso deve-se à própria organização do segmento. Afinal, diferentemente dos empreendimentos B2C (Business to Costumer), voltados ao consumidor final, a indústria é especializada em negócios B2B (Business to Business), que faz transações comerciais com outras indústrias e/ou empresas.

Assim, é difícil ter uma imagem bem desenhada de estratégias para conquistar novos clientes. 

Por exemplo, quem adquire uma graxa cobreada é, normalmente, uma empresa muito específica, ou outra indústria. Ou seja, o mercado é restrito e estreito.

No entanto, é cada vez mais difícil fugir da transformação digital, mesmo para os negócios B2B. 

A presença nas mídias online, redes sociais e plataformas interativas tornou-se uma necessidade e, por conta disso, as indústrias precisam se adaptar a esse novo cenário.

Um setor extremamente importante para o mercado não pode permanecer estagnado, em especial, diante do crescimento exponencial da internet.

O que é preciso saber sobre marketing industrial digital?

O marketing digital consiste em toda estratégia de divulgação, venda e expansão da marca em ambientes virtuais, como páginas da web, redes sociais, aplicativos virtuais e demais plataformas. 

Já o marketing industrial digital é a junção do planejamento de marketing digital, mas voltado justamente às indústrias.

Nesse sentido, o objetivo do marketing industrial digital é oferecer ações inteligentes para agregar valor aos produtos oferecidos, não só para conquistar clientes, mas para ter uma melhor posição no mercado.

Afinal, no ramo das indústrias, não basta ter um bom item - é preciso ter o melhor produto e se destacar por isso. 

Sendo assim, ao produzir uma abraçadeira de pressão, o marketing industrial digital não busca somente divulgar a mercadoria, mas sim, mostrar o porquê as empresas devem adquirir o componente daquela determinada indústria.

Portanto, as ações são propostas em conformidade com o perfil da empresa, com seus objetivos e metas. 

Desse modo, a indústria constrói o seu valor de mercado e, como consequência, consegue impulsionar o seu crescimento.

Mas como se destacar com marketing digital no setor das indústrias?

O segmento industrial é altamente competitivo. Entretanto, o que faz uma indústria de projetos de automação industrial se destacar perante a grande concorrência? Uma das respostas é justamente o planejamento de marketing.

Por isso, todas as ações de marketing industrial digital são voltadas a mostrar as vantagens de um determinado produto/serviço, com o intuito de fidelizar os parceiros e clientes que já adquiram o trabalho da sua indústria.

Vale lembrar que a relação entre as indústrias é duradoura. Quer dizer que, se uma empresa compra de uma fábrica um determinado produto, como uma rosca transportadora helicoidal, é provável que outros artigos sejam adquiridos posteriormente. Ainda mais quando a peça é somente um dos produtos que o cliente precisa.

Nesse sentido, o planejamento do marketing industrial digital precisa argumentar sobre a rosca, mostrando o porquê o componente é a melhor solução para as máquinas e equipamentos transportadores. 

Isso garante que o cliente perceba a relação comercial como algo lucrativo e mantenha o relacionamento a longo prazo.

Dicas de marketing digital para indústrias: saiba como conquistar o mercado!

Assim como os consumidores finais, os clientes B2B estão ainda mais exigentes. Isso deve-se à grande infinidade de informações disponíveis, especialmente nas plataformas online, onde é possível encontrar praticamente tudo sobre tudo.

Desse modo, quando uma empresa procura pelo melhor jateamento abrasivo, ela irá se deparar com inúmeras indústrias que fazem o procedimento de limpeza da superfície para preparação de pinturas e serviços relacionados. 

Além disso, também encontrará informações sobre o processo e métodos de jateamento.

Diante disso, é preciso se destacar não só da concorrência, mas também em meio a esse turbilhão de informações online.

Confira algumas dicas de marketing digital para as indústrias e saiba como obter reconhecimento no mercado!

1. Invista em marketing de conteúdo

Uma das estratégias mais efetivas do marketing digital é o marketing de conteúdo. Em síntese, o planejamento consiste na produção conteúdo relevante e de qualidade, para que os usuários possam receber o máximo de informações possíveis sobre algo.

Assim, a indústria não produz uma propaganda sensacionalista e invasiva sobre uma cinta de lixa

Ao contrário, cria um conteúdo a respeito do produto, suas vantagens, modos de instalação e demais curiosidades sobre a ferramenta.

O marketing de conteúdo é tão eficaz que mais de 70% das empresas brasileiras utilizam a estratégia. 

No segmento B2B, mais de 93% dos profissionais de marketing optam pela criação e produção de conteúdo relevante. 

Já em números voltados ao setor industrial, 69% das indústrias e manufaturas implementam o marketing de conteúdo em seus planejamentos.

Além de se destacar perante à concorrência e fornecer informações aos usuários, o marketing de conteúdo é responsável por:

  • Aumentar a conversão de leads (potenciais clientes);
  • Aumentar o tráfego no site da indústria;
  • Contribuir para a autoridade e reconhecimento do setor;
  • Melhorar a imagem da indústria no mercado.

Mais do que todas essas vantagens, o marketing de conteúdo tem um ótimo ROI (Retorno sobre Investimento), já que a estratégia custa 62% menos do que as campanhas com marketing tradicional.

2. Tenha uma página na web

Um site, e-commerce ou, até mesmo, um blog são as melhores ferramentas para encontrar indústrias no mundo online. 

No caso do comércio eletrônico, os benefícios são inúmeros, ainda mais porque é possível aumentar o número de vendas e expandir os limites geográficos.

Desse modo, uma empresa localizada em São Paulo capital pode adquirir um bico aspersor em uma indústria do Rio de Janeiro, por meio de transações online via e-commerce.

Além disso, as páginas da web são excelentes para que o seu negócio apareça nos mecanismos de busca (Google, Bing, Yahoo). 

Por meio de técnicas de SEO, isto é, otimização para os sites de pesquisa, é possível fazer com que o seu negócio apareça entre os primeiros resultados de busca, contribuindo para melhorar a notoriedade e reconhecimento no mercado virtual.

Uma boa forma de alcançar um bom ranqueamento, especialmente no Google, é ter um blog integrado ao seu site. 

Dessa maneira, é possível produzir conteúdo no blog, sobre diversos assuntos do segmento industrial, como as normas que envolvem a inspeção nr 13 e, com isso, receber um tráfego maior no seu site.

Ademais, as páginas da web são capazes de coletar dados sobre os visitantes e clientes da indústria. 

Assim, com essas informações em mãos, o planejamento de marketing digital pode ser mais direcionado e objetivo, de acordo com o perfil médio dos compradores.

3. Esteja presente nas redes sociais

Algumas indústrias ainda relutam em ter perfis sociais. No entanto, cerca de 67% da população brasileira está ativa nas redes, principalmente no YouTube, Facebook, Twitter e Instagram.

Ter um perfil ou uma conta nessas mídias pode ser uma maneira de alcançar novos públicos e, além disso, se fazer presente nas principais plataformas online.

As redes sociais podem ser ótimas ferramentas para estreitar o relacionamento entre as empresas.

Afinal, existem vários aplicativos para troca de mensagens instantâneas, tornando a comunicação mais direta, rápida e efetiva, com menores ruídos durante o diálogo.

Ademais, outros compradores também podem entrar em contato com a indústria, em casos de dúvidas, questionamentos e busca por novas informações. 

Por conta disso, é importante manter os perfis sempre atualizados e verificados, para responder as mensagens do público e manter um bom relacionamento com os clientes.

4. Mantenha o contato com e-mail marketing

O e-mail marketing consiste na troca de mensagens entre empresa e seus clientes, através do correio eletrônico. 

A estratégia permite enviar ofertas, conteúdos diferenciados, materiais ricos e newsletters (boletins informativos) a respeito da indústria, do mercado e de produtos/serviços oferecidos.

Com o e-mail marketing, é possível “lembrar” os clientes da existência da empresa e, mais do que isso, manter um relacionamento estreito com os compradores. 

Isso facilita e influencia a decisão de compra, já que os consumidores se lembram primeiro das empresas com as quais mantém contato.

Além disso, o e-mail é a principal forma de comunicação na internet. Mais de 90% dos usuários contam com um endereço eletrônico, sem contar os e-mails comerciais, que também são utilizados para troca de mensagens entre negócios B2B.

O e-mail também é um canal confiável, onde é possível trocar informações mais detalhadas e formais. 

Por isso, ter uma lista de contatos de e-mail é uma das formas mais efetivas de divulgar ações e campanhas em marketing digital.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.