Clever Web

Blog

Como um sistema web personalizado pode ajudar seu ecommerce

Como um sistema web personalizado pode ajudar seu ecommerce

Por Mauro Lacerda | Loja Virtual | 25 Views

A adoção de um sistema web é uma das questões enfrentadas quando se trata da abertura, ou melhor, do gerenciamento de um e-commerce.

Afinal, para que exista eficácia na atuação do comércio eletrônico, inúmeros fatores estão ligados com a escolha da plataforma.

Basta imaginar que é a área em que os recursos cruciais para todo o funcionamento são focados, logo, a escolha inadequada pode causar grandes prejuízos.

No entanto, devido à popularização desse modelo de negócio, diversos recursos podem ser encontrados com essa finalidade, o que pode resultar em muitas dúvidas, sobre qual é a mais favorável para cada empresa.

Quais são as vantagens de um sistema web?

Em primeiro lugar, é interessante apresentar o conceito de sistema web e seus benefícios, principalmente, para diferenciá-lo de outras opções disponíveis e reforçar a importância da personalização.

Basicamente, trata-se de um sistema de informática, que o usuário cadastrado tem acesso por meio de um navegador, a partir de diferentes dispositivos.

Por esse motivo, é interessante distingui-lo de sites, pois a confusão entre os recursos é muito comum.

Os sistemas viabilizam uma experiência diferenciada para os usuários, com um maior potencial de personalização e gerenciamento de dados.

Pode-se notar a partir do conceito de sistema web, que diferentes processos podem ser otimizados. No entanto, é preciso que os empreendedores compreendam de forma ainda mais clara qual é o tipo de impacto que esse recurso tem para uma loja virtual.

Dispensa a instalação de outros programas

Imagine um e-commerce de itens para veículos, como som automotivo com TV digital, que aposta em um sistema web. 

Nesse caso, os profissionais podem usufruir de recursos que viabilizam a integração e interatividade com grande praticidade.

Por isso, os funcionários podem dispensar a preocupação em achar programas para complementar uma boa gestão do comércio eletrônico.

Ademais, é algo que pode envolver, desde recursos para a área de marketing até a análise de resultados da performance da empresa no geral.

Otimiza o fluxo de trabalho

De certa forma, um melhor fluxo de trabalho está associado com o tópico anterior, uma vez que diferentes recursos são integrados.

Entre esses pontos, estão: o controle de estoque em uma empresa que produz mangueira de LED, gerenciamento de arquivos ou, até mesmo, cadastros de clientes em diversos setores.

A centralização permite uma maior agilidade, assim como a identificação de falhas e tomada de decisões mais rápidas.

Uma das consequências, é a redução de falhas que comprometam o fluxo de trabalho, além de mais tempo para priorizar a qualidade de diferentes atividades, o que pode ter um impacto positivo na lucratividade da marca.

Oferece segurança

Sem dúvidas, qualquer tipo de empreendedor almeja segurança para o seu negócio, especialmente, ao considerar que problemas nesse sentido podem comprometer totalmente a estrutura do e-commerce, além de gerar grandes prejuízos.

Nesse cenário, é válido abordar que o sistema web é classificado como seguro, pois o banco de dados, assim como a aplicação, contam com hospedagem em lugares específicos.

Permite o acesso de diferentes locais

Hoje em dia, há modelos de negócios com as mais variadas rotinas, por exemplo, um comércio eletrônico que vende cortinas, como persiana vertical tecido, e conta com o home office como uma das alternativas para parte dos funcionários.

Não só nesse, como em casos de atuação em espaços de coworking e muitos outros, o sistema web pode ser uma solução favorável.

Afinal, basta que exista uma conexão com o servidor para que os usuários cadastrados possam acessar.

Viabiliza a personalização

Os motivos para que obter um sistema personalizado para  e-commerce serão apresentados a seguir, mas neste ponto, é importante que exista a compreensão de que essa é uma grande vantagem para atuar com recursos compatíveis com a empresa.

Dessa forma, mais benefícios podem ser alcançados no dia a dia da corporação, por causa de um atendimento mais assertivo das demandas.

Por que ter um sistema personalizado?

As necessidades de um e-commerce em que um produto, como disjuntor para tomadas é encontrado, podem ser totalmente diferentes de outras marcas do mesmo setor ou de áreas distintas.

Afinal, cada empresa conta com divergências nos seguintes fatores:

  • Comunicação visual;
  • Demandas;
  • Exigências de controle de dados;
  • Objetivos;
  • Integração de recursos.

A partir dessas análises, é claro compreender de forma mais simples a necessidade de um sistema personalizado, em que as etapas do desenvolvimento consideram as condições e preferências dos empreendedores.

É válido citar, que linguagens distintas de códigos podem ser aplicadas para o desenvolvimento do que é visto pelos usuários, além da parte interna do sistema. 

Ainda mais, caso a empresa apresentada no exemplo anterior necessite de alterações, como uma expansão para atender uma maior demanda na área de gerenciamento de acessórios para tubos, como a rosqueadeira manual, é possível ter praticidade para modificações.

Isso se deve ao fato de que o código é aberto, diferentemente de outras possibilidades prontas - por essa razão, não dispõem dessa variedade de recursos para a customização e escalabilidade.

Fora esses fatores, dependendo das chances de personalização oferecidas pelo sistema web, há formas de lidar com uma opção funcional e que promova maior ordem para áreas variadas.

Pontos que exigem atenção

Naturalmente, por ser o ponto do central do controle de um e-commerce, diferentes fatores devem ser considerados na hora de adotar um sistema web e transmitir as necessidades para os profissionais responsáveis pelo software.

São aspectos gerais, que exigem atenção, juntamente, com a personalização. Além disso, eles se enquadram nas prioridades dos mais variados setores, tais como:

Usabilidade

Qual é o impacto que um sistema fácil de utilizar tem para o e-commerce? É uma questão importante para que a usabilidade seja priorizada.

Imagine um comércio eletrônico do setor de casa e construção, onde um item, como caixa dágua fibra pode ser adquirido. Ao apresentar facilidade no uso, a produtividade pode ser potencializada, o que gera vantagens para a marca como um todo.

Nesse caso, é preciso considerar, desde práticas mais simples, como a adição de informações e alteração de valores, até as mais avançadas, como a criação de novas categorias e cadastro de produtos, que são ações muito comuns nesse setor.

Pode-se citar como exemplo, a obrigação de alterações no segmento de tecidos de um e-commerce de itens de casa, ao mudar valores de itens, como de cortina wave, a praticidade faz diferença para evitar grandes transtornos.

Monitoramento 

Fora os pontos já apresentados, os pontos de monitoramento certamente necessitam estar presentes e devem contar com uma forma de uso satisfatória, pois analisar a performance do site online é necessário para as empresas.

É a partir do acompanhamento que os ajustes necessários podem ser realizados, para que o desempenho conte com melhorias constantes.

Capacidade

Outro fator que exige grande atenção é a capacidade do sistema, que deve atender não apenas toda a estrutura necessária para operações no dia a dia, como também o fluxo de trabalho em datas sazonais.

Afinal, são períodos em que, normalmente, o número de vendas em diversos setores aumenta significativamente.

Dessa maneira, seja uma empresa que comercializa pingadeira para muro, ou itens de qualquer outro setor, há necessidade de ter um sistema que suporte essa demanda maior. 

É sempre necessário lembrar, que os resultados opostos podem gerar grandes problemas, como perda de vendas - e automaticamente, de lucro e credibilidade.

A experiência do usuário é um dos fatores decisivos para o destaque de um empreendimento no mercado, por essa razão, tem grande visibilidade nas táticas comerciais, ou seja, não seria diferente ao se tratar da escolha de um sistema para e-commerce.

Segurança

Acrescenta-se a esse cenário a questão de que o sistema web apresenta grande segurança de um modo geral, porém, não há um padrão nas formas de desenvolvimento, por esse motivo, os níveis de proteção podem variar.

Então, é importante encontrar profissionais especializados, que contribuam com a implantação de um sistema que exclua ou amenize pontos vulneráveis.

Além disso, para potencializar a segurança, há a possibilidade de efetuar o backup das informações, dessa forma, mesmo que os servidores sejam acometidos, os dados estarão em segurança.

Alterações

Nesse contexto, desde o princípio, é preciso compreender quais são as necessidades da empresa e o tipo de público atendido, principalmente, para que o sistema implantado seja compatível com a realidade.

Naturalmente, o mercado muda de forma constante, o que tem impacto na forma de atuação, assim, pode ser que seja possível requisitar alguma atualização ou modificação em um curto, médio ou longo período.

Sendo assim, também é interessante considerar todas as possibilidades de mudanças que o sistema atende, principalmente, ao observar que a mudança entre plataformas no comércio eletrônico pode ser complexa.

Portanto, um investimento que apresenta um custo-benefício considerável, assim como um bom planejamento, deve ser uma prioridade para que a marca não sofra com a falta de recursos e, consequentemente, perda de eficiência no uso do sistema.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.