Clever Web

Blog

Como usar estratégias de Inbound Marketing para indústria

Como usar estratégias de Inbound Marketing para indústria

Por Mauro Lacerda | Redes Sociais | 45 Views

O conceito de Inbound Marketing foi criado em 2006, por uma empresa americana conhecida como “Hubspot”, que desenvolveu um software de gerenciamento de campanhas em plataformas online. 

Contudo, o termo só ganhou destaque a partir de 2009, quando os responsáveis pelo projeto, Brian Halligan e Dharmesh Shah, lançaram o livro “Inbound Marketing: seja encontrado usando o Google, a mídia social e os blogs”.

Atualmente, o Inbound Marketing está entre as estratégias publicitárias mais usadas pelas empresas, especialmente no Brasil. 

O principal foco é um planejamento voltado para as ações de marketing online, com o objetivo de encantar as pessoas e colocar os potenciais clientes como centros da divulgação.

Mas, afinal, o que é o Inbound Marketing?

O Inbound Marketing é definido como qualquer tática de marketing, com a intenção de ganhar o interesse das pessoas, ao invés de comprá-lo. 

Sendo assim, ele se afasta da publicidade tradicional, que oferece produtos e/ou serviços diretamente aos potenciais clientes, sem antes perceber se há uma demanda.

No Inbound Marketing, o público é educado por meio de informações relevantes e conteúdos direcionados, que despertam o interesse antes de oferecer qualquer mercadoria. Isso quer dizer que, os clientes vêm até a empresa, atraídos pela mensagem.

Atualmente, a estratégia do Inbound Marketing ganhou força com o avanço da internet e das redes sociais. Isso ocorre, principalmente, pela abundância de informação contida no mundo virtual. 

Por isso, grande parte dos planejamentos em Marketing Digital envolve o uso do Inbound, com a produção de conteúdo e fornecimento de informações.

As principais características do Inbound Marketing baseiam-se na:

  • Comunicação aberta;
  • Interação constante;
  • Continuidade da mensagem;
  • Engajamento dos usuários.

Vale ressaltar que todo e qualquer empreendimento pode se beneficiar das estratégias do Inbound Marketing, desde pequenas empresas até grandes complexos industriais. 

Inclusive, as indústrias estão tendo bons resultados com essas ações. Por esse motivo, o Inbound é cada vez mais aceito e aplicado ao Marketing Industrial.

Estratégias de Inbound Marketing para as indústrias

Nas indústrias, as ações de marketing são especialmente voltadas para o direcionamento de mensagens entre companhias. 

Ao contrário do que ocorre nas empresas B2C (business to client), em que a informação é destinada ao consumidor final, as indústrias trabalham com o conceito de B2B (business to business), ou seja, conteúdo para outras empresas.

Isso quer dizer que, uma indústria que oferece compactador de solo aluguel, provavelmente o faz para outra indústria. 

Esse relacionamento entre empresas influencia nas maneiras de divulgar um produto e/ou serviço e, consequentemente, nas estratégias de Inbound Marketing.

A metodologia do Inbound se baseia no comportamento do usuário. Por esse motivo, é importante compreender o que as empresas procuram e como lidar com os potenciais clientes B2B. 

Dessa forma, é possível alcançar o público certo, com maior chance de conversão dos usuários em leads (potenciais clientes).

Abaixo, separamos algumas estratégias de Inbound Marketing para indústrias. Confira:

Produção de conteúdo

O Marketing de Conteúdo é uma das ações dentro do Inbound Marketing para a produção relevante de informações aos usuários. 

Vale pontuar que, mais importante do que os formatos de conteúdo são os assuntos tratados, já que o foco é despertar o interesse.

Assim, ao tratar de um gerador de energia portátil, o ideal é reunir todas as dúvidas comuns relacionadas a esse equipamento e desenvolver conteúdos explicativos. 

Afinal, tratar de informações exclusivas também ajuda no marketing, uma vez que elas podem destacar a sua empresa da concorrência.

Blogs e websites

Os blogs representam mais da metade dos sites ativos no Brasil, segundo uma pesquisa do BigDataCorp. 

Isso significa que, entre os mais de 10 milhões de sites, 5,5 milhões são blogs. Portanto, não há como ignorar a presença dessas plataformas no mundo digital, bem como o seu uso nas estratégias de Inbound Marketing.

Tanto os blogs quanto os websites funcionam como canais para a divulgação das informações, nos quais é possível publicar textos, vídeos e muitos outros conteúdos relevantes. Porém, é preciso manter uma atualização constante dessas plataformas.

Assim, ao tratar sobre aluguel de caçamba de entulho, é possível produzir um conteúdo ressaltando os principais usos da caixa estacionária.

Da mesma forma, é possível abordar os preceitos legislativos que envolvem o recolhimento e destinação de resíduos e, finalmente, tratar sobre o serviço, disponibilizando contatos da empresa diretamente no blog e/ou website.

SEO (Searching Engine Optimization)

O SEO consiste em um conjunto de técnicas de otimização para sites, blogs e páginas da web, com o objetivo de alcançar bons rankings orgânicos e, assim, aumentar o tráfego do seu website. 

Essa técnica tem sido muito usada no Inbound Marketing, principalmente para indústrias que querem ganhar relevância e visibilidade no mundo digital.

De forma resumida, o SEO utiliza uma série de palavras-chave em um texto, em uma determinada quantidade de vezes.

Com esse método é possível que o conteúdo seja encontrado mais facilmente nos buscadores (Google, Yahoo, Bing, etc). 

Desse modo, ao tratar do serviço de aluguel de guindaste, o conteudista irá usar termos específicos no texto e melhorar o ranqueamento nas buscas.

Estima-se que 90% dos usuários que fazem pesquisas no Google tendem a clicar nos itens da primeira página. 

Por essa razão, é fundamental ter uma boa colocação nos buscadores para aumentar a visibilidade, bem como a atração de leads.

Redes sociais

De acordo com o relatório da Hootsuite de 2018, cerca de 62% da população brasileira está ativa nas redes sociais, especialmente, no Facebook (59%).

Isso quer dizer que não dá mais para ignorar a presença das redes no mundo digital e a influência delas na divulgação de produtos e/ou serviços.

Portanto, o Inbound Marketing prevê o uso dos principais canais de relacionamento (Facebook, Instagram e Twitter) como uma estratégia eficiente na atração de novos leads. 

Por meio das redes é possível divulgar os conteúdos já publicados anteriormente no blog ou website, ou ainda, utilizar de recursos de propaganda como o Facebook Ads.

Além disso, é possível disponibilizar um canal de comunicação mais simples e rápido. Uma empresa pode entrar em contato a respeito de levantamento topográfico com drone diretamente pela página do Facebook ou ter em mãos um número de whatsapp comercial.

As redes sociais também possibilitam maior interação dos usuários, por meio das ferramentas de curtida, compartilhamento e comentários. 

Com isso, a empresa pode ficar mais próxima dos potenciais clientes, o que também colabora com as taxas de conversão.

Automação de e-mail marketing

Essa estratégia é utilizada quando o usuário já foi convertido em lead, por meio do fornecimento de um endereço de e-mail. Agora, é o momento de fidelizá-lo para concluir o processo de compra.

A automação de e-mail marketing consiste no fornecimento de conteúdos diretamente pelo endereço eletrônico, com textos personalizados para as necessidades do cliente. 

Nesse contexto, é possível oferecer, também, conteúdos ainda mais aprofundados sobre um determinado produto, como um guia de soldagem de manutenção, ou um e-book sobre técnicas de automação industrial.

É importante salientar que o e-mail marketing está relacionado com o Marketing de Conteúdo, pois ele também deve ser feito com o tratamento de informações.

CTA (Call to Action)

O call to action, ou “chamada para ação”, nada mais é que um botão de chamamento e redirecionamento do usuário. 

Normalmente, o CTA é usado nos e-commerces, websites e blogs para destacar algum conteúdo relacionado, ou simplesmente direcionar os usuários para a finalização de compra.

Assim, ao tratar de um texto informativo sobre contator tripolar no blog, o usuário pode se deparar com um CTA que o leva até a compra do componente, de maneira rápida, simples e fácil. 

Vale lembrar que os botões de chamada precisam ser diretos, com palavras atrativas e cores chamativas.

Webinars

O webinar é um formato de conteúdo muito usual para as indústrias, principalmente para os segmentos de maior complexidade, que demandam conhecimento técnico sobre o assunto. 

Basicamente, ele consiste em um seminário online e em vídeo, que pode ser gravado ou ao vivo, com possibilidade de interação da audiência via chat.

A grande vantagem dos webinars está na didática, pois o audiovisual permite explorar outros recursos educativos para encantar os usuários. 

Desse modo, ao tratar de uma brita para concreto, é possível produzir um vídeo com demonstração de uso do equipamento, ao invés de um texto recheado de normas técnicas e de difícil compreensão.

Outro ponto positivo dos webinars é a possibilidade de divulgação em muitas plataformas. Ou seja, o vídeo pode ser publicado diretamente no blog, website, ou em uma rede social como o Facebook.

Os webinars também costumam aumentar o nível de autoridade da empresa em relação à concorrência.

Isso ocorre porque os vídeos podem trazer comentários de especialistas sobre o assunto para conversar com o público.

Isso vai demonstrar a preocupação da empresa em realmente trazer informações coerentes e comprovadas.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.