Clever Web

Blog

Marketing de Conteúdo para imobiliárias: como utilizar?

Marketing de Conteúdo para imobiliárias: como utilizar?

Por Mauro Lacerda | Marketing de Conteúdo | 59 Views

O Marketing de Conteúdo tornou-se uma das estratégias mais usadas pelo mercado, especialmente, no mundo digital.

Essa estratégia de marketing consiste na criação, publicação e promoção de conteúdos personalizados para um cliente. O Marketing de Conteúdo é um método que se destina a formar um público fiel utilizando-se da criação e compartilhamento de conteúdo. 

Conforme um levantamento feito, as empresas que adotam esse método tendem a ter um número cinco vezes maior de conversão de clientes em relação às empresas concorrentes. A porcentagem sobe de 0,5% para 2,9%.

Além disso, percebe-se um crescimento anual no tráfego do site que adota o Marketing de Conteúdo. A porcentagem é 7,8 vezes maior, em comparação com outras plataformas (19,7% contra 2,5%).

Esses números demonstram a eficácia da estratégia e, por esse motivo, os mais diversos segmentos já demonstraram interesse em modificar a publicidade tradicional para o Marketing de Conteúdo. 

Inclusive, algumas técnicas podem ser especialmente usadas por imobiliárias.

Como o Marketing de Conteúdo pode colaborar com o mercado imobiliário

O progresso dos canais de comunicação online, o desenvolvimento da internet e as inovações tecnológicas modificaram o comportamento humano, especialmente, na hora de comprar e vender. 

O relacionamento comercial tem se deslocado de estruturas físicas para os e-commerces, mas isso não significa um abandono das vendas tradicionais e do contato presencial, mas sim, que é preciso encantar as pessoas também no mundo virtual.

E nenhum segmento de mercado está fora disso. Hoje em dia, quem deseja comprar, alugar ou vender uma casa, busca informações sobre o imóvel na internet, sendo uma maneira mais fácil de comparar preços, verificar a localidade e conhecer as especificações. 

Portanto, o mercado imobiliário teve de se adaptar a essa realidade e, mais do que isso, oferecer algo de relevante aos usuários.

Essa é a chave do Marketing de Conteúdo: a informação. Os chamados leads, que são os potenciais clientes no mundo digital, não querem somente a oferta de algo e uma publicidade sensacionalista. 

Eles estão interessados em conhecimento, por isso, buscam por conteúdos que possam fornecer informações relevantes.

Assim, cabe ao mercado imobiliário compreender essa necessidade e produzir algo relevante, de acordo com o perfil médio dos leads. 

Em vez de somente exibir um imóvel para locação, é possível falar sobre automação residencial som ambiente, um diferencial para a casa e que pode ser aplicado em um determinado imóvel. 

Mas, não só isso, é preciso focar em informações sobre a própria automação (o que ela é, como fazer, principais vantagens, etc).

Felizmente, as plataformas online oferecem muitas possibilidades de produção de informações e, por esse motivo, o Marketing de Conteúdo tem crescido a cada dia. 

Contudo, a estratégia não pode ser aplicada a esmo, é necessário ter um planejamento, ainda mais porque o cliente passa por diferentes etapas durante a jornada de compra e cabe à imobiliária influenciá-lo de maneira positiva.

Dicas para aplicar o Marketing de Conteúdo nas imobiliárias

Ao produzir estratégias de Marketing de Conteúdo, é preciso considerar a jornada de compra do cliente. 

Para tal, utiliza-se o funil de vendas, um símbolo gráfico que demonstra as etapas em que os consumidores estão situados, antes de concretizar a venda. Sendo assim, verifica-se se ele:

  • Está no topo do funil (descobrimento da empresa);
  • Está no meio do funil (buscando mais informações);
  • Está no fundo do funil (perto da realização de compra);
  • Está no estágio de pós-venda (já é um cliente).

Abaixo, destacamos algumas estratégias de Marketing de Conteúdo que podem ser usadas para o topo do funil, que consiste na atração de usuários para geração de leads.

Guias de bairros

Em muitas localidades, as imobiliárias trabalham focadas em alguns bairros e, dessa forma, acabam virando referência nessas regiões. 

A vantagem está em produzir um conteúdo específico, voltado para um público bem definido. 

Além disso, os guias de bairro podem ser enviados diretamente por e-mail dos moradores, oferecendo um contato mais direcionado e objetivo.

Os guias também podem servir para anunciar alguns serviços importantes ao bairro, como uma empresa de portaria virtual para condomínios, eventos públicos, inaugurações de restaurantes, etc. 

Todas essas informações colaboram para que os moradores queiram adquirir os guias e, assim, a imobiliária ganhe cada vez mais visibilidade.Redes sociais

Hoje em dia, não há como fugir das redes sociais. Elas são os principais canais de divulgação das empresas no mundo virtual e, além disso, têm a capacidade de atingir muitos nichos de público.

Só no Brasil, há mais de 130 milhões de usuários no Facebook, colocando o país na terceira posição no ranking dos países que mais utilizam a rede social. Por esse motivo, recomenda-se que todo e qualquer negócio tenha, pelo menos, uma página no Facebook.

Para o Marketing de Conteúdo, a grande vantagem está na diversificação de formatos que a plataforma suporta. 

Assim, ao invés de produzir um texto extenso, cheio de termos técnicos sobre placa fotoluminescente, é possível desenvolver um conteúdo audiovisual.

Desse modo, a compreensão sobre o assunto é facilitada, colaborando para o melhor entendimento dos usuários e, consequentemente, maior conversão de leads.

Blogs no website corporativo

Além das redes sociais, é importante para os negócios ter um site. Ele será o canal de maior autoridade, em que o usuário poderá encontrar os produtos, serviços e as principais informações sobre a empresa. 

No caso de imobiliárias, os websites contam com uma área destinada para fotos dos imóveis disponíveis e outras especificações que podem ser consultadas online.

Mas, além dos sites corporativos, recomenda-se ter um blog, em uma sessão a parte, dentro da mesma URL. Com isso, a imobiliária poderá publicar diversos conteúdos diretamente no blog, mantendo uma atualização periódica.

Assim, um assunto sobre impressão 3d construção civil pode ser tratado em texto no blog, para que o usuário pesquise sobre o tema e encontre o seu website.

Para isso, é importante investir nas técnicas de SEO (Searching Engine Optimization), isto é, otimização nos mecanismo de busca, que melhorará o ranqueamento do blog nos buscadores (Google, Yahoo, Bing).

De modo resumido, o SEO consiste no uso de palavras-chave ao longo do texto, com os termos mais procurados nos sites de busca. Assim, ao longo do tema sobre impressão, é possível utilizar o conjunto “impressora para imprimir cartão pvc” como palavra-chave ao longo da composição do conteúdo.

E-books e webinars

Os e-books, como o próprio nome já diz, são livros digitais, disponibilizados aos usuários que desejam se aprofundar em determinado assunto.

As imobiliárias podem fornecer o conteúdo dentro do próprio blog ou nas redes sociais, por meio de um formulário de contato.

A grande vantagem está na coleta de dados dos usuários, como endereços de e-mail. Dessa forma, ao enviar o e-book solicitado, a empresa mantém um vínculo com os potenciais clientes, aumentando as chances de conversão.

Vale dizer que o conteúdo dos e-books deve ser altamente relevante e, por isso, é preciso realizar uma pesquisa aprofundada.

Ao falar sobre tratamento de trincas, o livro digital deve trazer fotos, resultados da aplicação de um determinado produto, bem como orientações sobre o procedimento.

Os webinars possuem a mesma função dos e-books, basicamente. No entanto, a grande diferença está no formato — os webinars são, essencialmente, seminários em vídeo, que podem ser gravados ou transmitidos ao vivo.

Com os webinars, é possível tratar de assuntos de maior nível de complexidade. Assim, em vez de produzir um e-book, com textos longos sobre instalação de tubulação de gás residencial, pode-se criar um vídeo, exemplificando a atividade. 

Ademais, os webinars permitem a interação dos usuários, principalmente, quando publicados em redes sociais, como o Facebook.

E-mail marketing

O e-mail marketing pode ser uma estratégia de Marketing de Conteúdo para clientes que já conhecem a imobiliária e desejam saber mais sobre ela, ou receber outras informações relevantes. 

Por esse motivo, é possível considerar o e-mail marketing também como uma ação para leads que se encontram no meio da jornada de compra.

Em termos conceituais, o e-mail marketing consiste no envio de conteúdo diretamente aos usuários cadastrados previamente em um formulário de contato. Dessa forma, é possível enviar diversos conteúdos, incluindo os e-books citados anteriormente.

Além disso, o e-mail marketing também pode servir como canal de notícias aos leads. Que tal divulgar as tendências de pintura de fachada de prédio do ano? 

Ou fazer um ranking com as melhores escolas do bairro? São infinitas possibilidades, porém, é preciso ter um planejamento detalhado para que o e-mail marketing não se torne um spam.

Uma dica é: coloque a opção de cancelamento de assinatura para todos os usuários. Assim, caso algum leitor não queira mais receber informações da empresa, ele pode cancelar os e-mails automaticamente. 

Isso demonstra o comprometimento da imobiliária e, mais ainda, a transparência em bem-atender seus potenciais clientes.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.